Saúde: Dor no peito o que pode ser? Causas e Sintomas

Conheça os principais sintomas e as causas de dor no peito e descubra os seus motivos.

03/12/2020
Saúde: Dor no peito o que pode ser? Causas e Sintomas

A dor no peito geralmente é sintoma de algum problema específico, fazendo com que seja necessário investigar a sua causa e encontrar o tratamento adequado.

Em alguns casos, ela pode ser sintoma para uma doença grave, em outros, pode ser apenas uma dor comum e passageira. 

Existem diversos motivos para que alguém sinta dor no peito, por isso é fundamental descobrir o real motivo.

Para te auxiliar, separamos alguns dos principais motivos que levam à dor no peito.

Assim você poderá compreender um pouco melhor a respeito dessa situação.

Tenha em mente que, independente da sua idade, a dor no peito é algo que deve ser tratada de forma séria, tendo muitas consequências na sua saúde.

Por isso, ao sentir qualquer tipo de dor, procure auxílio médico. 

Conheça as principais causas e sintomas da dor no peito: 

Causas relacionadas ao coração 

É comum que a dor no peito ocorra por causa de problemas relacionados ao coração.

Essas geralmente são condições graves, em que as pessoas devem ficar atentas aos sintomas. 

Veja alguns exemplos de causas de dor no peito (dor torcida) relacionada ao problema de coração:

Ataque cardíaco:Essa é a causa principal da dor no peito, em que a pessoa também sente dormência no braço.

O ataque cardíaco é resultado de um coágulo de sangue que bloqueia o fluxo sanguíneo para o músculo cardíaco.

Ou seja, o sangue acaba sendo impedido de chegar ou sair do coração.

Angina: Placas grossas podem gradualmente se acumular nas paredes internas das artérias que levam o sangue ao seu coração.

Estas placas reduzem as artérias e restringem o fornecimento de sangue do coração, particularmente durante o esforço. 

Dor no peito – Dissecção aórtica:

Essa condição que ameaça a vida envolve a principal artéria do seu coração (arteira aorta).

Se as camadas internas deste vaso sanguíneo se separarem, o sangue será forçado entre as camadas e pode causar a ruptura da aorta.

Além de grande dor, essa condição pode levar a pessoa a óbito. 

Pericardite:

A Pericardite é uma inflamação da proteção que circunda o coração.

Essa inflamação geralmente causa uma dor aguda, que piora quando ao respirar ou quando se está deitado.

Causas digestivas

Além da dor no peito relacionados aos problemas do coração, algumas condições digestivas também podem fazer com que se sinta essa dor.

Portanto, conheça alguns sintomas relacionados à doença digestiva que causam a dor torácica. 

Azia: Esta sensação dolorosa e ardente ocorre quando o suco gástrico ácido, que está no estômago, volta até o esôfago.

Com isso, a pessoa sente uma grande queimação, podendo ser confundida com do no peito.

Distúrbios de deglutição:

Os distúrbios do esôfago podem dificultar a ingestão dos alimentos.

Assim como os problemas da vesícula biliar ou do pâncreas.

Os cálculos biliares ou a inflamação da vesícula biliar ou do pâncreas podem causar dor abdominal que irradia para o seu peito.

Causas musculares e ósseas

Em alguns casos, a dor pode ocorrer por causa de problemas no osso ou nos músculos, estando associados a lesões e outros problemas que afetam as estruturas que compõem a parede torácica.Conheça alguns deles:

Dor no peito – Costocondrite:

Nessa condição, a cartilagem da caixa torácica, particularmente a cartilagem que junta suas costelas ao esterno, fica inflamada e dolorida.

Assim, sempre que a pessoa se movimenta, ela sente uma “pontada” de dor. 

Músculos doloridos: As síndromes de dor crônica, como a fibromialgia, podem produzir dor torácica persistente relacionada ao músculo.

Causando grande dor no peito e em outras partes do corpo.

Costelas feridas: Uma costela quebrada ou trincada pode causar dor no peito.

Isso ocorre geralmente quando há algum impacto grande, como um acidente ou queda.

Por isso, se você sentir dor no peito após um desses episódios, busque um auxílio médico. 

Causas relacionadas ao pulmão

dor no peito

As doenças pulmonares também podem trazer dor, principalmente quando se fala na respiração e no movimento da caixa torácica.

Confira algumas das causas: 

Embolia pulmonar:

Esta causa de dor no peito ocorre quando um coágulo sanguíneo se aloja em uma artéria pulmonar, bloqueando o fluxo sanguíneo para o tecido pulmonar. Isso traz grande irritação e dor. 

Pleurisia: Se a membrana que cobre seus pulmões fica inflamada, pode causar dor torácica que piora quando você inalar ou tossir.

Se não for tratado, isso poderá piorar consideravelmente. 

Pneumotórax:

A dor no peito associada a um pulmão colapsado geralmente começa de repente e pode durar horas.

Um pulmão colapsado ocorre quando o ar escapa para o espaço entre o pulmão e as costelas. 

Dor no peito – Hipertensão pulmonar:

A pressão arterial elevada nas artérias que transportam sangue para os pulmões, também pode produzir dor torácica, principalmente quando há dificuldade na movimentação do sangue. 

Pneumonia (infecção dos pulmões que podem causar dor torácica aguda ou pesada especialmente ao respiração ou tossir, geralmente acompanhada de febre, dores musculares e fadiga )

Dor no peito – Outras causas

A dor no tórax também pode ser causada por: 

Ataque de pânico e ansiedade:

Se você tem períodos de medo intenso acompanhado de dor torácica, batimentos cardíacos rápidos, respiração rápida, transpiração excessiva, falta de ar, náuseas, tonturas e medo de morrer, você pode estar sofrendo um ataque de pânico.

Esse é um exemplo de problemas psicológicos que causam dificuldades físicas. 

Dessa maneira, é possível perceber que existem diversas situações que podem causar a dor no peito.

Por isso, o mais recomendado é consultar um médico, assim que a dor iniciar.

Somente dessa maneira será possível descobrir a real causa para a dor no peito, além de iniciar o tratamento adequado para ela.

Quanto antes você agir, melhor será para a sua saúde e qualidade de vida. 

É importante ficar alerta para a dor e saber que o tratamento deve ser realizado seguindo todas as orientações médicas.

Somente dessa maneira será possível realmente reverter o quadro e fazer com que as dores desapareçam. 

Confira todas as dicas aqui neste link!

aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

(prévia copia do nosso contéudo, pode trazer sérias conseqüências!)
(Este Portal não tem nenhuma ligação com a Globo, o nome é apenas fantasia.)